Make your own free website on Tripod.com
486

   Em Abril de 1989, a Intel lançou o processador 486 no mercado e apresentava poucas inovações em relação ao 386, seu núcleo possuía 0,8µm, uma grande novidade foi a implantação de uma algumas técnicas RISC. Outra novidade foi a multiplicação de clock's internos, pois os processadores evoluem e permitem taxas de Mhz maiores que as placas mães um exemplo é o 486DX2, ele funciona com o clock multiplicado por 2, ou seja, a placa mãe (Bus Externo) trabalha a 33Mhz e o processador a 66Mhz.

   O processador seguinte foi o 80486, um melhoramento da 80386. Foram adicionadas algumas instruções e o versão original 80486 DX possuiu coprocessador matemático interno e um pequeno L1 cache. A tecnologia foi tão avançada que Intel lançou processadores com clock interno duplicado (80486 DX2) e triplicado (80486 DX4) e chegou a 100 MHz. O 80486 também possuiu a versão OverDrive (Um processador em cima do outro). Nesta época começaram a sair sistemas operacionais para PC de 32 bits.

Clock simples

487 => Co-processador matemático usado na versão 486SX.

486SL => Versão para notebook, mas não alcançou sucesso desejado, e a Intel parou de fabricá-lo

486SX => Versão de custo mais baixo ou básica, com ausência de co-processador matemático, 25 e 33 Mhz

486DX => Versão completa, com pequena quantidade de cache L1, 25 e 33 Mhz.

Clock duplicado

487SX => Para quem quisesse por um co-processador matemático nas versões 486SX2. Ele era encaixado em um slot próprio na placa mãe.

486SX2 => Versão de custo mais baixo ou básica, com ausência de co-processador matemático, 50 e 66 Mhz

486DX2 => Versão completa, igual o DX mas a clock's de  50 e 66Mhz.

Clock triplicado

486DX4 => Top de linha, 75 e 100 Mhz, aceita cache L1 e L2.

Foto Micrográfica do Processador (DX4)

Placa Mãe e acessórios do 486
486



Voltar