Make your own free website on Tripod.com
Pentium II e III, Xeon e Celeron

PII 
    No dia 7 de maio de 1997 a Intel Corporation lançou o processador Pentium II com 7,5 milhões de transistores, que com o objetivo de para possibilitar novos níveis de desempenho e recursos de computação visual aos usuários de desktop e estações de trabalho nas empresas. O processador Pentium II, lançado nas velocidades de 300, 266 e 233 MHz, combina as avançadas tecnologias do Processador Pentium Pro com os recursos da tecnologia de aperfeiçoamento de meios eletrônicos MMX. Esta associação confere aos usuários de empresas maior poder para direcionar a computação empresarial, oferece recursos sofisticados para pequenas empresas e incorpora o processador Intel de velocidade superior às estações de trabalho.

    A expectativa é que o PC transformará rotineiramente todos os tipos de dados brutos em detalhados modelos em 3D em uma questão de segundos, contribuindo assim para que os usuários assimilem melhor as informações de que dispõem e que as transações interativas de empresas combinarão vídeo, áudio e recursos gráficos realistas para informar ou demonstrar novos produtos ou serviços a clientes potenciais.

    Os Clock's dos processadores Pentium II variam de 233 a 400 Mhz, sua freqüência de barramento externo pode chegar a 66Mhz ou seja 528Mg/s, seu encapsulamento é o SECC1 (forma de cartucho) ele é conectado somente em Slot1, núcleo de 0.25 µm.

   O co-processador matemático integrado deste processador possui um bug na instrução de conversão de números de ponto flutuante (números reais, com precisão de 80 bits) para números inteiros (que possuem precisão somente de 16 ou 32 bits). As chances do bug ocorrer: 1 em 8,6 bilhões na conversão de um número de ponto flutuante para inteiro de 16 bits ou 1 em 563 trilhões na conversão de um número de ponto flutuante para inteiro de 32 bits. Este bug está sendo chamado de "Dan0411", por ter sido descoberto por um certo "Dan" em 11 de abril de 1997 (04-11, no formato americano).

Características do processador Pentium II (principais)
 
Velocidade Clock  (Mhz) 233 266 300
Velocidade Bus  (Mhz) 66 66 66
 Tamanho Cache L1  16K I + 16K D 16K I + 16K D 16K I + 16K D
Velocidade Cache L1  233 266 300
Tamanho Cache L2 512K 512K 512K
Velocidade Cache L2 117 133 150
Núcleo 0.35 µm 0.35 µm 0.35 µm
Die Size 560 mils/side 560 mils/side 560 mils/side
Voltagem CPU  2.8V 2.8V 2.8V
Corrente Máxima 11.8A 12.7A 14.2A
Power (Watts) 34.8 total 38.2 total 43.0 total

Avanços tecnológicos

Foto Micrografia do Processador



PIII

    O clock do Pentium III varia hoje de 500 Mhz a 933 Mhz, sua freqüência de barramento externo pode chegar a 133Mhz, ou seja, 1,06 GB/s, pode acessar até 4GB de memória usando cache, Possui um número de série gravado em uma ROM dentro do processador, onde fornece o número do processador, configurações de clock e voltagem, ela é chamada de PIROM (Pentium Information Rom) com ela é quase impossível overclock e falsificação. O primeiro Pentium III a ser lançado era no formato de um cartucho (SECC2) onde era encaixado em um slot chamado Slot1, o mesmo do Pentium II.

   O processador Pentium III integra a micro-arquitetura Execução Dinâmica P6, a Arquitetura para Barramento Dual Independente (DIB), um barramento com sistema multi-transação e a tecnologia para otimização de mídia Intel® MMX™. Além disso, o processador Intel Pentium III oferece extensões de Internet Streaming SIMD, 70 novas instruções possibilitando um avanço significativo em imagens, 3D, streaming de áudio e vídeo e reconhecimento de voz para uma melhor experiência na Internet.

   Os novos modelos de Pentium III, chamado FCPGA (Flip Chip Pin Grid Array) ou Coppermine (seu nome-código), que, em vez de usar um cartucho como os modelos tradicionais de Pentium II e Pentium III, usa pinagem soquete 370, a mesma do processador Celeron. Teoricamente toda placa-mãe soquete 370 aceita esse novo modelo de processador, mas não é isso o que ocorre na prática. A maioria das placas-mãe soquete 370 fabricadas antes do lançamento desse processador não aceitam a sua instalação, por motivos de compatibilidade que não são resolvidos com um simples upgrade de BIOS. Portanto, ao comprar uma placa-mãe para o Pentium III FCPGA certifique-se de que a placa-mãe aceita corretamente esse processador.

   Mas não é só na pinagem que o Pentium III FCPGA é diferente. Internamente ele possui somente 256 KB de memória cache L2, a metade da quantidade de memória cache existente no Pentium II e Pentium III convencional. Em compensação, o cache do Pentium III FCPGA é acessada na mesma freqüência de operação do processador, enquanto nos modelos de cartucho esse circuito é acessado na metade da freqüência de operação. Isto é, no Pentium III-550 FCPGA o cache é acessado a 550 MHz, enquanto que no Pentium III-550 em cartucho esse circuito é acessado a somente 275 MHz. No final das contas, apesar de ter menos memória cache, esse novo processador acaba sendo mais rápido.

   Após a VIA Technologies surpreender a todos na CeBIT 2001 com o menor processador do mundo para PC's, graças a sua tecnologia de produção com transistores de 0,15 mícron, a Intel acaba de anunciar que a sua nova fábrica em Oregon (EUA) começou a produzir os seus primeiros processadores com transistores de 0,13 mícron. O novo Pentium III fabricado com transistores de 0,13 mícron será conhecido como Pentium III Tualatin. Segundo a Intel, como este processador é alimentado com somente 1,2 volts, será necessário que ele utilize um novo soquete, o soquete FC-PGA 2. Placas-mãe com o soquete FC-PGA 2 são totalmente compatíveis com os processadores atuais, de soquete FC-PGA e PPGA, já as placas-mãe atuais de soquete FC-PGA, não poderão utilizar os processadores Pentium III Tualatin. Provavelmente as placas-mãe de Slot 1 poderão utilizar este processador através de um adaptador de soquete FC-PGA 2 para Slot 1. Outra diferença do Pentium III Tualatin será com relação ao seu formato, ele será fabricado com placas de silício de 300 milímetros, 100 milímetros a mais do que os processadores atuais utilizam. De acordo com a Intel, com o aumento das placas de silício, será possível reduzir o preço deste processador em 30 %. Também será incluído em seu encapsulamento um pequeno dissipador, de forma parecida com o que é utilizado nos processadores K6-2 e K6-3. Por enquanto este processador está sendo fabricado somente como teste, mas no máximo até Julho a Intel deve começar a produzi-lo em alta escala com uma freqüência inicial de 1,13 GHz. O Pentium 4 provavelmente ainda este ano também será produzido com transistores de 0,13 mícron.

Recurso

Geração Anterior da Intel

CPU VCORE (voltagem)
2.0V

Operações por ciclo de clock

5

Pipelines de inteiros

2

Pipelines de ponto flutuante

1

Decodificadores x86 completos

1

Tamanho do cache L1

32KB

Tamanho do cache L2

512 KB a 2 MB (acesso metade do clock)

Velocidade do barramento do sistema

66 a 133 MHz

Largura máxima de banda do barramento

800 MB/s a 1,06 GB/s+

Transações principais de barramento

4 por processador

Tipo de clock

Clock comum

Instruções de otimização de 3D

- No total de instruções

- PF SIMD precisão simples

- 4 operações PF por clock

- Controles de cache/prefetch

- Controles de fluxo de dados

- Extensões DSP/comm

SSE

71

Sim

Sim

Sim

Sim

Não

Suporte de multiprocessamento

Sim, compartilhado

Máx. processadores do sistema

2 (por chipset)

No de transistores por die

~9,5 milhões

Recurso

SSE

Recurso de ponto flutuante SIMD

~52

Movimentação de dados e ampliação MMX

19

Extensões de comunicação DSP

0

- Nº total de instruções

71



PII Xeon
    Verdadeiro Pentium Pró MMX, possui cache L2 trabalhando na mesma freqüência do processador é conectado  somente em Slot2, também chamado de Slot de 330 contatos. ( Aparentemente igual ao Slot1 ) encapsulamento SECC2. Aceita 512, 1 e 2 MG de memória cache acessados no clock do processador. Aceita até 64GB de Ram. Opera externamente a 100 MHz, aumentando diretamente o desempenho do micro não só para processamento, mas também para vídeo e disco. Os clock's do PII Xeon são de 400 e 450 MHz.

   Ele tem a capacidade de multiprocessamento simétrico, isto é, a utilização de mais de um processador em uma mesma placa-mãe é maior. Enquanto o Pentium II e o Pentium III permitem multiprocessamento direto com até 2 processadores, o Pentium II Xeon e o Pentium III Xeon permitem multiprocessamento com até 4 processadores (ou 8 processadores, no caso do modelo com 2 MB de cache L2). Como você pode perceber pelas suas características, essa família de processadores é destinada a servidores de rede, ela possui um desempenho altíssimo, mas é muito cara, ficando praticamente restrita ao mercado corporativo.

PIII Xeon

   Tem as mesmas características do PII Xeon mais MMX2 e SIMD. Possui duas versões uma com núcleo de 0,25µm que opera externamente a 100Mhz e outra com 0,18µm a 133 Mhz.Os clocks do PIII Xeon são de 600, 667, 733, 800, 866, 933 MHz, e 1Ghz.



Celeron

    É um Pentium II sem memória cache L2 integrado, mas lançaram o Celeron-A que tem 32Kb de cache L1 (16K para infraestrutura e 16K pra informação,data) e 128Kb de L2 aumentando seu desempenho, ele é conectado em Slot 1 ou em PGA, ele é atualmente a linha econômica da Intel para concorrer com o Duron da AMD. Trabalha com, Bus externo de 66Mhz a 100Mhz, núcleo do processador é de 0,18µm.

Tipos de Encapsulamentos: 280-Pin Mobile Module (MMC1) --- 400-Pin Móbile Module (MMC2)
Ball Grid Array (BGA) --- Micro PGA (Pin Grid Array).

   Velocidade (Computadores Normais) 800MHz, 766MHz, 733MHz, 700 MHz, 667 MHz, 633 MHz, 600 MHz, 566 MHz, 533 MHz, e 500MHz.
   Velocidade (Computadores Portáteis) 750 MHz, 700 MHz, 650 MHz, 600 MHz, 550 MHz, 500 MHz, 450 MHz, e 400 MHz todos com baixo consumo de energia, são mais caros que os para computadores normais. A Intel lançou também um processador com a tecnologia ( Ultra Low Voltage Technology ) com 500MHz para ser usado em sub notebooks.



Voltar